Galeria Gestual

Galeria
Artistas
Exposições
Leilões
Enio Lippmann
Nós somos Feitos da Mesma Matéria dos Nossos Sonhos
Enio Lippmann
acrílica sobre tela
80 x 120 cm
ass. dt. 2010
4138
Enio Lippmann
acrílica sobre tela
80 x 120 cm
ass. dt. 2010
4139
Enio Lippmann
acrílica sobre tela
120 x 80 cm
ass. dt. 2010
4140
Enio Lippmann
acrílica sobre tela
80 x 120 cm
ass. dt. 2010
4141
Enio Lippmann
"Nós Somos Feitos Da Mesma Matéria Dos Sonhos I"
acrílica sobre tela
100 x 120 cm
ass. dt. 2010
4142
Enio Lippmann
"Nós Somos Feitos Da Mesma Matéria Dos Sonhos II"
acrílica sobre tela
100 x 120 cm
ass. dt. 2010
4143
Enio Lippmann
"Nós Somos Feitos Da Mesma Matéria Dos Sonhos V"
acrílica sobre tela
140 x 140 cm
ass. dt. 2010
4144
Enio Lippmann
"Nós Somos Feitos Da Mesma Matéria Dos Sonhos VI"
acrílica sobre tela
140 x 140 cm
ass. dt. 2010
4145
Enio Lippmann empresta de Shakespeare esta alucinante frase para titular o conjunto de 8 pinturas que produziu nos últimos quatro anos e traz agora ao público.

Importante representante do abstracionismo gaúcho, Lippmann iniciou sua carreira nos anos 50 influenciado pelo expressionismo abstrato americano - que redimensionou um paradigma para a arte - e desde então tem se mantido fiel à pintura e suas técnicas.

A pintura, que pelo menos desde o Renascimento vem sofrendo todo tipo de experimentações libertárias e que no século XX viu sua morte decretada por emblemáticas gerações de artistas, reencontra sempre um novo fôlego e um novo status como potente segmento para a arte.

A pintura sempre fala da imagem e pode fazê-lo com algo que busca no mundo, ou com o que traz em si mesma, instrumentalizando assim seus próprios instrumentos (como a trajetória do pincel, as propriedades da tinta ou as especificidades da tela), em detrimento de uma representação sugerida ou fiel do mundo. Neste caso o que está em jogo não é o dogma da imagem dada, mas o fenômeno que se estabelece na que foi subtraída. Em ambos os casos ela só acontece se encontrar no artista a plena maturidade de seu ofício.

Com 76 anos de vida e 54 de carreira, em "Nós Somos Feitos da Mesma Matéria dos Sonhos" Enio Lippmann diz em suas pinturas o que pode fazer e o que não faz apenas porque não é o que objetiva. Um pigmento domado, um gesto sob controle, um suporte dominado. Uma pintura que acontece e se mostra plenamente a vontade consigo mesma.